Buscar
  • ReDEC

Redec e Hub Educat Comemoram o Crescimento de Glória do Goitá no IDEPE




Na manhã desta quarta-feira (23), no Palácio do Campo das Princesas, o Governo do Estado divulgou os destaques do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe), no ano de 2019. O Prêmio IDEPE existe desde 2015, sendo divulgado anualmente. É sempre um momento de grande expectativa para gestores e professores das redes estaduais e municipais do Estado.

O evento de divulgação do resultado do Idepe e sua premiação é uma das solenidades mais importantes do calendário da educação pública de Pernambuco e tem como objetivo valorizar o trabalho das escolas, Gerências Regionais de Educação (GREs) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais no Estado.


Glória do Goitá é destaque entre as cidades com maior crescimento na rede municipal Anos Finais do Ensino Fundamental. Para a secretária de Educação da cidade, Fátima Santana, o fruto desse resultado é a formação continuada dos professores. São muitas as ações que nós desenvolvemos nas escolas e a formação dos professores é essencial para conseguir atingir esse resultado. Agradeço a todos os envolvidos nesta conquista, pois os trabalhos foram realizados de forma que envolveu toda comunidade escolar: os professores que não mediram esforços para realizar suas atividades e projetos, aos alunos que se empenharam bastante, aos pais pela parceria, aos gestores e supervisores que sempre fizeram um trabalho com compromisso, e a todos os funcionários das escolas que direto e indiretamente contribuíram para esta conquista, e a ReDEC que vem nos auxiliando nas formações, acrescentou a secretária.


Em 2019, a Secretaria de Educação de Glória do Goitá fez parceria com o Programa de Extensão Residência Docente nas Ciências (ReDEC), vinculado ao Hub Educat UFPE, da Universidade Federal de Pernambuco, desenvolvendo formação continuada com os professores, gestores, alunos e comunidade em geral da cidade.


De acordo com o coordenador do Programa de Extensão ReDEC, Fredson Murilo, além das formações continuadas, foi desenvolvido o programa “Rede de Vivências Formativas” nas seis escolas dos Anos Finais do Ensino Fundamental. “A Rede de vivências Formativas proporcionou formações em serviço para professores e alunos e ao mesmo tempo atendeu as necessidades específicas das escolas. Esse modelo tem impactado toda comunidade escolar”, considerou o coordenador.


Parabenizamos os professores, alunos e toda comunidade escolar!

107 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone do Flickr
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone SoundCloud